Contos - Fodendo o entregador de gás (Gay)

Foi chegando de repente, nem vi quando passou por trás de mim.
Abriu a geladeira, bebeu alguns goles de água no gargalo da garrafa. Estava sem camisa e deixou de propósito que a água escorresse pelo pescoço, caindo suavemente pelo peito com pelos rasos e lisos.

Subitamente senti meu corpo responder quando a água alcançou o short branco deixando-o transparente, desnudando o volume que eu já havia reparado. Meu coração acelerou naqueles segundos de perturbação.
Fiquei meio sem jeito, afinal eu estava ali apenas para prestar um serviço, ele era o filho do dono da casa que pedira pra trazer o gás.
Terminei meu serviço, enquanto ele procurava algo para se enxugar, como eu tinha uma toalha nas mãos arrisquei lhe oferecer. Foi então que ele me olhou e com uma voz rouca perguntou se eu ainda demoraria, pois queria fechar a casa e voltar para rua.
Respondi que já tinha terminado, faltava apenas o pagamento.
Ele sorriu lindo, com olhar irônico e disse que somente à noite quando seu pai voltasse. Fechei a cara, como voltaria sem o pagamento, meu patrão me mataria.
Ele se aproximou, colocou o braço amigavelmente sobre meus ombros querendo justificar o fato de seu pai não ter deixado o dinheiro. Sem querer aquele gesto mexeu comigo, a pele dele junto a minha, o corpo suado e molhado, não tive como disfarçar. Na hora ele percebeu, sorriu novamente e disse (Ah então você é bichinha). Nossa, ele pegou no seu membro descaradamente e perguntou com o ar mais safado do mundo se eu queria.
Fiquei nervoso, mas minha mente repetia (Sim, Sim, Sim).
Ele foi até aporta, trancou, me pegou violentamente pelo pescoço como se eu fosse desprezível, me levou até o quarto dele e me colou de joelhos, tirou o membro e mandou que eu chupasse.
Não pensei duas vezes e obedeci. Engoli muitas vezes. Delicioso.
Não poderíamos demorar ali, os amigos dele poderiam chegar ou alguém da família.
Depois de alguns minutos, ele me mandou levantar, me virou e me pegou por trás como se eu fosse uma cadela.
Sempre me perguntando se eu estava gostando.
Mais alguns minutos e ele finalmente gozou.
Olhou pra mim com uma cara desonesta, um sorriso sarcástico e disse.
- Ta pago o serviço!
Realmente eu não soube o que dizer, me vesti, peguei o bojão seco e sai.
Foi uma rapinha muito louca, mas muito gostosa com um cara muito lindo. Até hoje sempre volto lá na esperança de pega-lo sozinho, nas nunca mais aconteceu.

0 comentários:

Postar um comentário

Postagens populares

Teste Teste Teste

Teste Teste Teste

Pode ser usado por 2 mulheres, ou anal e vaginal ao mesmo tempo.Ela possui controle remoto sem fio que pode ser acionado a distância.Kit completo com DVD, bolas tailandesas e vibrador para pompoar.Estimulador para massagem prostática. Orgasmos masculinos intensos.

Teste Teste Teste

Sexo Copyright © 2013 - Designer by Papo Garota - Mais Template Mais Template